terça-feira, julho 01, 2008

eu nasci assim...

que delícia te ouvir
eu te bebi pelo telefone
goles pequenos,
como um licor de romã

eu nunca tive quem
me enchesse
de palavras
plenas de vento

quem me desse linha
pra brilhar perto
das nuvens branquinhas
de maio

nuvens equatoriais,
como flores
no algodoeiro

vai ver
que eu sou
exigente demais

que sempre fico olhando pro guarda
e acabo atropelado

mas agora
que chegou
a banda larga,
tu me pescasses
nesse oceano de palavras,
e deixasses
eu te beber e gozar.

eu quero ser sempre teu.

Um comentário:

ARTEVIDA disse...

Composição: Ritchie

Perdi a hora
mas encontrei você aqui
Desde aquela noite
eu nunca mais me entendi
Você levou meu coração
Levou o meu olhar
Eu sigo cego e infeliz
Querendo te encontrar
Pra conversar
Te convencer
Te confessar
Quero só você
Não esqueci seu nome
Seu rosto
Sua voz
Outro dia eu te vi numa tarde,
tão veloz
Você passou no circular
Pela Praia do Leblon
Corri atrás
Tarde demais
Perdi a condição
De conversar
De te convencer
Te confessar
Quero só você
Sei que isso não tem importân...cia
Pra você não faz sentido
Mas a noite aumenta a distân...cia
Me perdi no seu caminho
Me encontrei falando sozinho
Sigo sempre sem destino
Pra te encontrar
Pra conversar
Te convencer
Te confessar
Quero só você
A vida tem dessas coisas
Olhe só nos dois aqui
Presos num elevador
Uma noite sem dormir
Zero hora no relógio
Legal você está aqui
E amanhã pela manhã
A gente pode sair
E conversar
Se convencer
Se confessar
Quero só você
Pra conversar
Te convencerBeij
Te confessar
Quero só você
... Beijão

Achei linda essa poesia, creio que essa música complemente sua poesia, que tal?